terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Obrigada Deus, por 2010 ..


Durante um momento de reflexão, voltei no tempo e fiz uma retrospectiva de tudo o que passei em meados de junho até agora, em dezembro. Descobri que quando conhecemos algumas pessoas e eles se tornam especiais, conhecemos o amor e descobrimos como é bom não conseguir viver sem eles!

Vivendo e descobrindo o saber
A memória é um chip feito e aceito por cada um de nós
Que temos que ter e descobrir como fazer para cada dia usá-lo melhor.

Sorrindo para cada melhora
Fazendo assim, minha escora em cada pessoa que me namora
Mediante motivos banais, estouro rojões a cada notícia boa que me vem
Mesmo que não me convém ser enganado.

Descobri amores e amizades que não consigo explicar sua importância
Parece que foi na infância que eu os conheci!
Fechei meus olhos por um instante, entendi naquele instante
Que era necessário me alegrar por mais triste que seja o fim.

2010 para mim foi incrível, cada momento foi vivido
Senti na pele tristezas de verdade, e chorei por coisas que um dia vieram por maldade
E nunca reclamarei dos problemas, cada dia é um dia e fiz valer a pena!
Ainda tenho saudade e na vontade de começar tudo outra vez.

Obrigada Deus, por 2010!
eu escrevo

Jãojão! ..




MIGSSSSSSS meu amor! (Finge que estou gritando isso) Você não tem noção do quanto importante é pra mim, né? (Me segura, vou me jogar! KKK)
Só eu sei o quanto você foi essencial durante o ano de 2009 e 2010.. Me envolvi na sua amizade, me deixei levar por suas palavras doces e animadoras.. Tudo bem, você erra, eu erro, mas o que eu sinto por você amigo, nunca vai acabar!
Quando penso que o ano de 2010 está para acabar nesta semana e que você não vai voltar ano que vem, meu coração fica do tamanho de uma ervilhinha, rs.. Gostava tanto de te abraçar, me fazer de sonsa (tá, eu sou mesmo) perto de você só para vê-lo dar risadas e se alegrar comigo.. Me sinto feliz e não há nada que você faça para me fazer parar de gostar de você!
Algumas vezes eu senti ciúmes da sua outra amiga, confesso, mas parei com isso quando veio me pedir desculpas e disse que me amava! Ôh João... Você é tão fofo para mim, para as outras pessoas também.. Você é goxtoso, bonitão, tem a voz mais irada que eu já ouvi! Ok, parei! kkkkkkk .. Sei que não estamos juntos neste dia, me perdoe amigo, mas eu quero te desejar um feliz aniversário, que Deus abençoe a sua vida a cada dia mais e que ele esteja derramando sobre você, coisas maravilhosas pelos anos que virão! Eu só te desejo o melhor, porque eu quero muito, mas muito mesmo que você seja feliz!
Eu amo você, João!
Amor é uma palavra forte, e eu quero que acredite que o sentimento é verdadeiro!
Ei migs.. me dá um abraço? rs

Ana Cláudia Maforte.
Dedicado ao mais fofo do mundo, João Lucas!

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O amor move o poeta e o compositor ..


A criação de palavras e emoções, são descritas por poesias sem a menor noção de rimas
O fervor das palavras de Chico, o amor das palavras de alguns mitos
Nenhum poeta é adotado como bom se não for ludibriado, maltratado
Confio nas palavras de músicas cantadas por grandes
Faço da arte minha vida por um instante
Homenageio pessoas de diversas formas
Volto na infância, viro criança e brinco por alguns momentos antes de chegar no alge de minha poesia
Convivendo e criando ressentimentos de tristes momentos que me fazem moldar e crescer dentro de toda aquela poesia
Que hipocrizia dizer que todo esse jogo de palavras não demonstram tal grande amor
Sou compositora, exploradora, sou atriz!
Falo de coisas inexploráveis, ou apenas inexplicáveis que de tão banal, dizem uns aos outros sem ao menos conhecê-lo
Sentimento único, puro e fiel .. nada melhor que estar vivendo, pintando com o seu próprio pincel
Amor; Todos os maiores compositores, senhores e poetas querem saber onde mais poderemos encontrar assunto melhor e mais proveitoso que este
Brindemos senhores, pois foi por todos os amores que aqui estamos brindando e falando como atores!

eu escrevo

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

ainda bem ..

ainda bem
que você vive comigo
porque senão
como seria esta vida?
sei lá, sei lá ♪

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Deixe odiar-me por um instante ..


Vivo na totalidade de meus planos. Sigo mediante esses planos frustrados ou apenas criados sem fundamento.
Quando se cria um certo sentimento, sua juventude se alegra, sua vida vira cor de rosa.. Fica a cada hora mais gostosa.
Tantas vezes sonhei com aquele senhor, namorei de longe aquele compositor que nem por mil anos me daria a chance de mostrar-lhe meus sentimentos e vontades de fazê-lo feliz.
Sentei-me inutilmente, pois olhava atentamente um rapaz independente vivendo sua forma de vida ciente, era cliente de todos os bares daquele imenso lago de Itaguará.
Brincando e enfatizando cada pedaço de mulher que passava em sua frente; Seus amigos se faziam de inocente quando as garotas vinham reclamar.
Percebera minha forma notória de lhe observar, olhou para mim sorrateiramente de forma que nenhum dos amigos conseguissem lhe pegar.
Todos os amores e fervores de senhores do lago foram preenchidos por nossos olhares calorosos de atenção um ao outro.
Ao rapaz, meus sentimentos, pois nossos momentos foram raros e nossos olhares se desfizeram em imperfeições de toques distantes perante o habitual de um casal normal.
Mudanças de momentos para milênios e coisas que naturalmente não costumo fazer, são as paixões de dias que ainda não quiseram partir de mim.
Aquele dia nos marcou como um plano, algo que teríamos que completar haja o que houver, mas não havíamos fundamentos: "De onde tiraríamos o porque de nos conhecer?"
Nos amamos em olhares frustrados, tiramos nossa vontade de sorrir para estranhos e resolvemos escolher apenas um estranho para entregar nossos olhares.
Deixe-me odiar minha vida por um instante? Deixe-me ser relutante à vontade que tenho de me levantar e falar contigo! Mas seria mais bonito caso não nos apresentarmos. Eu concordo.
Resolvo me levantar e sair daquele ninho de amor eterno, e seu olhar resolve se agitar e procurar-me por onde quer que estivesse. Ai então, resolveu esquecer da vergonha dos amigos.
Me escondi nas almas das ruas, me senti nua ao andar de saltos altos em um lago profundo, lhe senti por perto então me escondi direto em um beco sem saída.
Voltei à andar pelas ruas sem nenhuma força bruta, me fiz de estúpida pois nem teu perfume que senti de longe pode me atormentar.
Após aquela caminhada, me sentei em uma calçada e me senti aliviada por ser mais uma amada por um rapaz do lago.
Nada em especial, todos eles se apaixonam por uma qualquer que lhe der um olhar diferencial.

eu escrevo

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Confusão ..


Queria acordar, e perceber que você mudou. Ou eu gostaria apenas de ver que nossa conversa começou a acontecer com mais frequência, ou com mais facilidade. Queria sentir que seu coração anda quente por dentro; Que tudo o que faz é pensando naquela conversa que tivemos ou que teremos mais tarde...
Dizem que não basta querer algo, temos que tentar mudar por nós mesmos, e ao ouvir estas palavras, tentei fazer com que toda a sua arrogância, sua falta de atenção e estupidez comigo fosse jogada fora, como se o que sentia quando me maltratava fosse esquecido pelo meu coração. Na verdade, foi apenas guardado para mim mesma.
Sempre tive uma certa rigidez se tratando das minhas amizades, mas nesses dias acho que não tenho ligado tanto, por isso tenho tido tantos amigos a minha volta, sem perceber o quanto são bons!
Já tive uma experiência de confundir sentimentos entre amigos, isso não foi proveitoso e me deixou mais triste do que estava antes; Na verdade, não digo que foi de tudo ruim, acho que nunca tive alguém que me amasse tanto e que me fizesse tão bem quanto ele me fez, mas ainda não era aquele sentimento que eu tinha que sentir.
O que acho mais estranho é quando sinto algo por alguém que não sente nada por mim, esse alguém não liga para o que quero viver e aproveitar com ele, mas continuo a insistir! Acho que muitas garotas vivem essa realidade. Mas e quando sinto algo por alguém, não sei o que é, e essa pessoa (talvez) sinta a mesma coisa por mim? Como vou descobrir se é tão estúpido? Sem mais.
Preciso mesmo é de um remédio que me deixe tranquila, pois quanto mais tempo se passa, mais eu vejo que as coisas não acontecem só comigo e tudo o que acontece é igual com todo mundo! (é, infelizmente.)
Todos os amores e confusões acontecem com todos, passamos por dias difíceis, fáceis, ruins e alguns completamente bons; Mas o bom de passar por dias difíceis é que se ainda não deu certo, é porque ainda não acabou!

eu escrevo

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Um pouco de meus ídolos..


Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir

Ah, se ao te conhecer
Dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir

Se nós nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir

Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu

Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu

Como, se nos amamos feito dois pagãos
Teus seios ainda estão nas minhas mãos
Me explica com que cara eu vou sair

Não, acho que estás te fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir.

Eu Te Amo
Chico Buarque

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Apresentação ..


Mantive meu olhar no público durante toda a apresentação
Chorei de emoção quando vi amigos queridos a me parabenizar.
Errei letras, sai do tom
Mas nada melhor do que aquela sensação de felicidade, do gosto da saudade que virá em breve!
Minutos depois, todo show se acabou
Agradeci gentilmente, sai indecente sentindo o medo de errar novamente.
Encorajei-me em uma sala vazia
Agradeci a Deus pelo fim daquela agonia
Troquei o vestido longo por algo medonho, curto e tristonho
Mas pude sorrir ao encontrar os amigos que foram me prestigiar.
Faltaram pessoas importantes, que mesmo distantes, após o show puderam me consolar.
Não me faltavam sorrisos e até o juízo quis terminar aquela noite à me esgueirar.
Mas em qualquer circunstância não sou mais criança e preciso aproveitar.
Passou o final de semana
E no início da semana ainda estava a me animar
Ouvi um som triste
Uma música que me disse palavras doces e sentimentos puros
Que me deixou insegura por um segundo..
Sei que não lamento, pois ainda sorrio por dentro
Agradecendo a Deus pela bela apresentação que não foi em vão, mas sim por uma transformação.
Minha missão era cantar a canção e mostrar a todos a emoção de ter estado ali e vivido aquela experiência.
E mesmo com erros, espero ter mostrado com o desespero de minhas mãos trêmulas minha vontade de continuar!
Saudade, palavra que nem o inglês traduz.
Teatro é vida!
Teatro é a minha vida!
(Parabéns aos formandos do dia 11/12/2010 no teatro "Geta" em Vila Velha!)

eu escrevo

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

I wanna break your heart


Quero destruí-lo
de forma que não se construa mais.
Mas antes, tiro de mim este desejo que tenho quando lhe vejo!

Quero beijá-lo de forma fútil
Não quero sentir teu gosto.
E quando vier o fim, que te diga o quanto te odiei.

Quero que quanto mais tu me tenhas
Mais sinta que me afasto
Que penses que tenho coração de aço.

Quero poder sentir o quanto está me amando
enquanto brinco com teu corpo nú.
E que vá embora imaginando o que fez de errado.

Quero esperar até quando estiver totalmente apaixonado
Para quebrar teu coração em pedaços
E acima de tudo, que um dia consiga com que você pare de fazer comigo estas coisas que quero fazer com você.

eu escrevo

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Possíveis sonhos ..


Construí uma casa com muitos quartos
Em cada um deles, decorei de acordo a cada sonho meu
Percebi o quanto demorei a construir alguns e o quanto outros foram fáceis.
Passei a adolescência e a juventude construindo os básicos
Cresci a força tampando os buracos que fizeram em minha mente e coração.
Acreditei e apostei em pessoas que fizeram jus aos meus sonhos.
Chorei e quase "pirei" quando meus pais nem quiseram saber e os esnobaram
Fechei a porta de vários quartos e não me lembrei onde guardei a chave
Mas hoje ainda vivo em alguns, pois um dia não sobrará nenhum para contar a história.
Mesmo cheia dessas memórias, minha cabeça embola e meus olhos choram por pensar que não completei muitos.
Mas ainda sou jovem adulta e um dia serei madura para realizá-los!

eu escrevo

sábado, 4 de dezembro de 2010

Peleje para que eu te ame ..


Ouvi de ti, todas as coisas que sempre quis ouvir de alguém. Senti por ti, coisas que na teoria lia a todo o momento.
Jamais quis ouvir tuas palavras, tive medo de pensar em lhe querer ou por alguma hora lhe ter em algum lugar estranho, como em meu pensamento.
Eu já temia ao que poderia me dizer, escondi das pessoas que já sentia meu estômago congelar enquanto se aproximava e durante alguns dias em um lugar estranho, como meu pensamento, mantive teu rosto ou teu quarto como meu momento de desespero e desapego do mundo.
- "O que fazer, se este amor é proibido? Como mudar nossa situação?"
Gostaria de descrever em muitas palavras aquilo que vivemos, ou que ainda não, mas não sei como fazer. Queria dizer apenas em duas palavras o que sinto e vivo contigo: "Um amor!"
Vivo a fugir de maneira rude, para que teus braços não venham ao meu encontro, mas de qualquer forma, teu amor me cobre por onde quer que eu vá.
A cada momento que me faço forte, sua voz parece soar ao meu ouvido.. Finjo não ouvir mas parece que tudo que ouço, vem de você.
Falei por diversas vezes, que não sentia amor por ti, disse não aos vários dias em que queria lhe ver e contra minha vontade me escondi e não fui ao seu encontro.. Pequenos momentos, coisas que me fizeram ver que teu amor era minha mina de ouro mas quando encontrei o caminho, não pude prosseguir.
Tudo o que é proibido é melhor, dizem os espertos, mas quando se ama se é tão estranho que não consigo distinguir o que seria bom e como faria para lhe ter. Então, acho que aqueles que se acham espertos nunca amaram!
Já que me proibiram de te amar, dou-me como esperta para que vejam o quanto sou forte, mas quanto tu se aproximas vejo o quanto sou fraca e desprovida de agilidades.
Da janela de meu quarto enquanto lutava com o travesseiro para dormir, ouvi um som estranho vindo da janela e quando parei para escutar, eram pedras sendo tacadas na vidraça.
Levantei-me, e ao abrir a janela lhe vi dar-me um grande sorriso, logo tive vontade de sorrir e fazer com que todo aquele momento fosse mágico, mas me fechei em uma expressão fúnebre e sonolenta.
- (Disse-lhe rudemente) "O que faz aqui tão tarde? Meus pais podem acordar e estarei perdida."
- (sutilmente) "Por favor. Diga-me o que faço para lhe ter? Diga-me pelo menos se algum dia poderei tê-la!"
Suas palavras foram penetrantes diante meus olhos tristes e temíveis de sono durante aquela noite de insônia, mas resolvi deixar meu medo tomar conta de meu ser e fazer com que meu desejo de tê-lo fosse contido por temer algo que não sabia exatamente.
- (fechando minha janela)
- (entristecido) Não vais embora, vai?
- (desisto de fechar a janela) Mas preciso.
- (esperançoso) Sabes que vou lutar por ti, até minhas forças acabarem?
- (friamente) Sabes também o quanto és fraco e não aguentará muito tempo. (fecho a janela).
De todas as manerias que poderia terminar aquela noite, escolhi a pior forma.
Voltei à minha luta noturna de dormir todos os dias com tua imagem em meus pensamentos lhe querendo e temendo ter, mas implorando que continuasse à insistir por sentir o toque de meus lábios nos teus.
- "Prometo amar-te, respeitar-te, até o dia em que perder a dádiva da vida."
Sabendo que em algum dia lhe declararei estas palavras, lhe digo que me espere e que supere caso um dia lhe faltar amor. Mas creio que não será necessário previr deste pedido, ele não virá!
-(Murmurei enquanto conseguia dormir aliviada) "E serei eternamente tua!"

eu escrevo

Vou sentir saudade, amigos ..


Um dia a maioria de nós irá se separar, sentiremos saudades de todas as conversas jogadas fora,as descobertas que fizemos, dos sonhos que tivemos, dos tantos risos e momentos que compartilhamos, até dos momentos de lágrima, da angústia, das vésperas de finais de semana, de finais de ano, enfim... do companheirismo vivido. Sempre pensei que as amizades continuassem para sempre. Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Em breve cada um vai pra seu lado, segue a sua vida, talvez continuemos a nos encontrar quem sabe.. nos e-mails trocados. Podemos nos telefonar conversar algumas bobagens... Aí os dias vão passar, meses... anos... até este contato tornar-se cada vez mais raro. Vamos nos perder no tempo... Um dia nossos filhos verão aquelas fotografias e perguntarão? Quem são aquelas pessoas? Diremos... Que eram nossos amigos. E.. isso vai doer tanto! Foram meus amigos, foi com eles que vivi os melhores anos de minha vida! Então é preciso cultivar a amizade dia a dia.


(Vinícius de Moraes)

Vou sentir falta da Berréca (Rebeca), da Bruna gata (Bruna), da Juju (Juliene), do Leléo (Leonardo), da Jejés (Jéssica Maia) e de VÁRIOS outros que faziam parte de meus recreios e aulas intediantes no Agenor Roris. Sem contar aqueles no qual foram chegando agora no final, como a Jejé (Jéssica Gonçalves). Sim, talvez não nos vejamos mais, mas não escondo o quanto gostei de conhecê-los!
É uma droga de escola, eu sei, mas foi onde encontrei os melhores amigos possíveis.